A Casa Assombrada

Avaliação:
1 opinião
5.00
ISBN: 9786586112085
Descubra mais

Vila do Caicó, Rio Grande do Norte, meados de 1800. Em trilha de mata fechada, juntamente com uma caravana, dois moços, após passarem por situações de grande perigo, resolvem descansar com os fiéis tropeiros, em uma clareira bastante conhecida e temida pelo fato de ali existir uma casa abandonada, considerada, naquelas bandas, como assombrada. Assim se dá o início desta história, escrita por Bezerra de Menezes, que descreve, com muita sensibilidade, utilizando-se de seus personagens, os acertos e os desacertos do ser humano frente à sua caminhada evolutiva. Bezerra de Menezes dá voz à cultura popular, às suas lendas e aos seus folclores, numa eloquente história sobre “almas de outro mundo” e a necessidade do desprendimento material, além do perdão e da importância do amor. Uma obra-prima, que vale ser lida e relida, escrita por alguém que não apenas escreveu e esclareceu sobre o Espiritismo mas também que viveu sob a luz do conhecimento, da fé e do amor ao próximo.

Gênero Romances
Número de Páginas 352
ISBN 9786586112085

Avaliações

5.00 Média entre 1 opiniões
A Casa Assobrada
Leveza Espiritual 13 de setembro de 2021
O livro conta a história de dois viajantes que, depois de passarem por contratempos na estrada, precisaram pernoitar com os seus tropeiros em uma casa que era considerada assombrada naquela região. Com clareza de detalhes, Bezerra nos remete a temas muito importantes como perdão, obsessão, vingança, aparições, entre inúmeros outros, mostrando-nos, por intermédio deles e dos personagens, o quanto as nossas ações de hoje vêm a repercutir no nosso amanhã. Foi um livro que mexeu demais com as minhas emoções, teve momentos em que a risada era inevitável, o belo me transportava para momentos felizes, mas, em outros momentos, a raiva e o ódio eram inevitáveis, como se ali eu estivesse também, passando pela mesma situação. Porém, o que mais me tocou foi a sensibilidade com a qual Bezerra trabalhou cada personagem para trazer temas superimportantes e atuais para nós espíritas. Não é à toa que ele é considerado um visionário e que percebemos no livro, em muitos momentos, as ideias e os ideais daquele que hoje é considerado, por todos nós espíritas, como Médico dos Pobres. É um livro para ser lido e relido quantas vezes forem necessárias. Embora sua primeira edição tenha sido escrita em 1888, ela continua tão atual quanto será no dia de amanhã, até que venhamos a progredir moralmente e espiritualmente.
13 de setembro de 2021

Opiniões dos clientes

100% Recomendaram esse produto
100%
1 avaliação
0%
0 avaliações
0%
0 avaliações
0%
0 avaliações
0%
0 avaliações

Formas de Pagamento

Boleto Bancário

no Boleto/Transferência

Cartão de Crédito
Nº de parcelas Valor da parcela Juros Valor do Produto